Mass Effect Wiki

Editando

David Anderson

1
  • A edição pôde ser desfeita. Por gentileza, verifique o comparativo a seguir para se certificar de que é isto que deseja fazer, salvando as alterações após ter terminado de revisá-las.
ver versão atual Seu texto
Linha 64: Linha 64:
   
 
== Mass Effect 2 ==
 
== Mass Effect 2 ==
Dependendo da escolha de Shepard, Anderson ou vai se juntar ao Conselho ou é promovido a Almirante e se torna o consultor do [[Conselheiro Udina]] - mesmo com o aborrecimento mútuo. Após isso, ele ouve rumores de que Shepard tinha sido reconstruído e foi levado ao controle da [[Normandy SR-2]], Anderson então manda uma mensagem pedindo a Shepard para vir e encontrar com ele na Cidadela.
+
Dependendo da escolha de Shepard, Anderson ou vai se juntar ao Conselho ou é promovido a Almirante e se torna o consultor do Conselheiro Udina - mesmo com o aborrecimento mútuo. Após isso, ele ouve rumores de que Shepard tinha sido reconstruído e foi levado ao controle da Normandy SR-2, Anderson então manda uma mensagem pedindo a Shepard para vir e encontrar com ele na Cidadela.
   
Se o Conselho sobreviveu, Anderson arruma um encontro com o Conselho e os persuade a dar a Shepard a chance de readquirir o estado de [[Espectro]]. Se o Conselho morreu, o novo Conselho se recura a ver Shepard, mas Anderson tem a autoridade de restaurar o estado de Espectro se ele desejar. Se o Conselho morreu e Udina foi feito Conselheiro, Anderson fica incapaz de intermediar o encontro e a subsequente restauração de estado de Espectro devido ao fato de Udina constantemente recusar ouvir Anderson.
+
Se o Conselho sobreviveu, Anderson arruma um encontro com o Conselho e os persuade a dar a Shepard a chance de readquirir o estado de Espectro. Se o Conselho morreu, o novo Conselho se recura a ver Shepard, mas Anderson tem a autoridade de restaurar o estado de Espectro se ele desejar. Se o Conselho morreu e Udina foi feito Conselheiro, Anderson fica incapaz de intermediar o encontro e a subsequente restauração de estado de Espectro devido ao fato de Udina constantemente recusar ouvir Anderson.
   
Não importando a situação, Udina chega e fica irritado com Anderson estar organizando coisas nas suas costas. Anderson permanece apoiando Shepard como sempre, contra todas as chances, embora ele reflita que sua posição atual não é como ele esperava passar seus anos crepusculares. Ele não confia na [[Cerberus]], e guarda certo ressentimento de que Shepard está a seu serviço, mas Shepard deixa claro que não confia na Cerberus.
+
Não importando a situação, Udina chega e fica irritado com Anderson estar organizando coisas por suas costas. Anderson permanece apoiando Shepard como sempre, contra todas as chances, embora ele reflita que sua posição atual não é como ele esperava passar seus anos crepusculares. Ele não confia na Cerberus, e guarda certo ressentimento de que Shepard está a seu serviço, mas Shepard deixa claro que não confia na Cerberus.
   
Se Anderson for visitado antes da missão em [[Horizon]] e for perguntado sobre o que aconteceu com [[Kaidan Alenko]] ou [[Ashley Williams]] (dependendo de quem morreu em [[Virmire]] em 2183), Anderson menciona que ele ou ela estão numa missão "confidencial" e que ele não pode dar mais detalhes. Se visitado após a missão de Horizon, se Shepard conta a Anderson sobre esbarrar em Kaidan Alenko/Ashley Williams em Horizon, Anderson confessa que ele o/a enviou para a colônia para descobrir se a Cerberus estava realmente por trás dos colonos humanos desaparecidos e ele não poderia contar a Shepard sem comprometer a investigação e se desculpa.
+
Se Anderson for visitado antes da missão em Horizon e for perguntado sobre o que aconteceu com Kaidan Alenko ou Ashley Williams (dependendo de quem morreu em Virmire em 2183), Anderson menciona que ele ou ela estão numa missão "confidencial" e que ele não pode dar mais detalhes. Se visitado após a missão de Horizon, se Shepard conta a Anderson sobre esbarrar em Kaidan Alenko/Ashley Williams em Horizon, Anderson confessa que ele o/a enviou para a colônia para descobrir se a Cerberus estava realmente por trás dos colonos humanos desaparecidos e ele não poderia contar a Shepard sem comprometer a investigação e se desculpa.
   
Se Shepard acusa Anderson de traição, Anderson explica que ele teve que investigar, dado os rumores pertubadores que ele recebeu do envolvimento de Shepard com a Cerberus. Anderson acredita que o [[Homem Ilusivo]], ainda mestre e manipulador como é, está mentindo para Shepard. Anderson autoriza a construção das torretas GARDIAN em Horizon e a estação de Williams/Alenko lá para o programa de "divulgação". Anderson também revela que apesar de mesmo ele não confiar na Cerberus, o relatório de Williams/Alenko em Horizon confirmou a história de Shepard sobre os [[Collectors|Coletores]] sendo a real fonte por trás dos colonos humanos desaparecidos. Anderson também menciona que Williams/Alenko não encontrou qualquer evidência que convença o [[Conselho da Cidadela|Conselho]] de que [[Reapers]] existem.
+
Se Shepard acusa Anderson de traição, Anderson explica que ele teve que investigar, dado os rumores pertubadores que ele recebeu do envolvimento de Shepard com a Cerberus. Anderson acredita que o Homem Ilusivo. ainda mestre e manipulador como é, está mentindo para Shepard. Anderson autoriza a construção das torretas GARDIAN em Horizon e a estação de Williams/Alenko lá para o programa de "divulgação". Anderson também revela que apesar de mesmo ele não confiar na Cerberus, o relatório de Williams/Alenko em Horizon confirmou a história de Shepard sobre os Coletores sendo a real fonte por trás dos colonos humanos desaparecidos. Anderson também menciona que Williams/Alenko não encontrou qualquer evidência que convença o Conselho de que Reapers existem.
   
==Mass Effect: Retribution<nowiki/>==
+
==<nowiki/>==
Um pouco menos de um ano após a derrota dos [[Collectors|Coletores]], Anderson continua seu papel na [[Cidadela]] de liderança nas negociações de comércio da [[Aliança dos Sistemas|Aliança]] junto com os [[elcor]], [[volus]] e [[turianos]]. Entretanto, seus sentimentos de ressentimento em seu trabalho continua, se frustrando cada vez mais com o ritmo lento e a dificuldade de terminar as coisas na política, e ansiando por tempos mais felizes e decisivos desde quando ele serviu como soldado.
 
 
Após receber uma mensagem de pedido por ajuda de sua antiga amiga [[Kahlee Sanders]], Anderson abandona seu posto de comércio para [[Conselheiro Udina|Udina]], e convence o Embaixador turiano [[Orinia]] para ajudá-lo e a Kahle em encontrar [[Paul Grayson]], o qual foi capturado pela Cerberus. Usando a informação que Grayson repassou para Kahlee, Embaixador Orinia foi capaz de organizar uma força tarefa totalmente turiana para atacar vários estabelecimentos remotos da [[Cerberus]], capturando-os e prendendo um número de agentes da Cerberus na própria Cidadela. Provocando uma tempestade política, Anderson autoriza um exercício na junta militar com os turianos para permiti-los atacar as instalações no território da Aliança, enquanto os encorajava a atacar duas instalações no volátil [[Sistema Terminus]] em violação das Convenções da Cidadela. Cansado do seu papel e ciente que suas ações poderiam ter custado seu trabalho de qualquer forma, Anderson se demite e acompanha Kahlee para a instalação a qual mantinha Grayson cativo para ajudá-la a decodificar os arquivos da pesquisa da Cerberus naquele local.
 
 
Infelizmente, o [[Homem Ilusivo]] havia contratado [[Aria T'Loak]], a Rainha Pirata de [[Omega]], para recapturar a instalação e Kahlee em particular, para atrair de volta o Grayson escravizado pelos [[Reapers]], que havia escapado, para que ele pudesse ser rescindido. Seus mercenários matam os soldados turianos e os cientistas que trabalhavam ali, mas capturaram Anderson e Kahlee, com Aria persuadindo Kahlee a mandar a Grayson uma mensagem para que ela pudesse capturá-lo vivo. Convencendo o Tenente de Aria, [[Sanak]], que tinha conseguido fazer Kahlee cooperar, Anderson domina Sanak e atira nele enquanto Grayson, ciberneticamente melhorado, mata o resto das forças de Aria. Como Anderson e Kahlee escapam com a ajuda do Agente da Cerberus [[Kai Leng]], Anderson consegue atordoar Leng antes de tomar sua nave e levá-lo com ele.
 
 
Com Kahlee acreditando que Grayson agora tinha se encaminhado para a [[Academia Jon Grissom]], Anderson consegue acelerar à Academia e, vestindo um traje de ambiente, conseguiu chegar com sucesso às rampas das docas para permitir Kahlee avisar ao pessoal da Academia da incursão de Grayson. Enquanto Sanders avisa aos funcionários, Anderson caça Grayson, conseguindo feri-lo seriamente com sua escopeta antes dele mesmo ser jogado por uma explosão de energia biótica, deslocando seu ombro, rompendo os tendões de seu tornozelo esquerdo, quebrando costelas e sua clavícula, sofrendo um colapso pulmonar e ficando inconsciente logo em seguida.
 
 
Ao acordar, Anderson consegue encontrar Grayson juntamente com a recém-capturada Kahlee e, a despeito de suas injúrias, derrota Grayson e salva a Academia. Com Kai Leng ficando livre, e o machucado [[Nick Donahue]], um estudante da Academia, sangrando após ser baleado por Grayson, Kai Leng apresenta a Anderson uma escolha: permitir Kai Leng fugir, se não assistir o garoto morrer enquanto Kahlee vai procurar um kit médico. Anderson escolhe salvar o garoto, usando sua mão não machucada para aplicar pressão no ferimento de Nick que estava perdendo muito sangue enquanto ele está sendo estabilizado, mas não antes de atirar em Kai Leng, atrás de cada perna para desacelerar sua fuga.
 
 
Com a Academia e o garoto seguros, Anderson se recupera na estação. Ele convence Kahlee a sair da Academia com ele com o objetivo de realizar autópsias no morto Grayson para entender e talvez encontrar uma maneira de lutar contra os Reapers. Finalmente sozinhos, ela e Anderson finalmente se beijam.
 
 
== Mass Effect: Deception ==
 
'''<u>NOTA:</u>''''' Esta seção apresenta material da primeira edição de Mass Effect: Deception, que a BioWare reconheceu que contém discrepâncias com outras tradições do Mass Effect. Depois que as edições revisadas do livro forem lançadas, esta seção será atualizada.''
 
 
Em Mass Effect: Deception, Anderson está na Cidadela com Kahlee Sanders e Nick Donahue para apresentar evidências para o Conselho que os Reapers estavam por trás do ataque de Paul Grayson à Academia Grissom. Entretanto, mesmo após ter sido mostrado o corpo de Grayson que sofreu mutação, o Conselho não se convenceu e argumenta que a Cerberus pode ser o único culpado. Após isso, Anderson e Sanders descobrem que Nick havia sumido e poderia ter se envolvido com um grupo supremacista biótico conhecido como Bióticos Ocultos (do inglês, ''Biotic Underground'').
 
 
== Mass Effect: Conviction ==
 
Após a [[Chegada]], o almirante Anderson chegou a [[Omega]] a bordo da [[Normandy SR-2]] para recrutar o fuzileiro naval da Aliança [[James Vega]] para uma tarefa especial. Anderson e um esquadrão de soldados encontram Vega no meio de uma briga com um grupo de [[batarians]] do lado de fora de um bar. Enquanto Anderson leva Vega de volta à Normandia, ele revela que Vega deve guardar exclusivamente um prisioneiro especial: o [[comandante Shepard]].
 
  Carregando editor