FANDOM


ME1 Council Legion of Merit Este artigo atualmente está em construção. O conteúdo a seguir pode estar sem informações/ou não está verificado, nos ajude expandindo-o quanto puder.. ME1 Council Legion of Merit
Codex ME - Rachni

Os Rachni são uma espécie extinta de insetos do planeta Suen que ameaçou o espaço da Cidadela cerca de dois mil anos atrás durante as Guerras de Rachni. Inteligentes e altamente agressivos, os rachni exploradores do espaço foram levados a expandir e defender seu território. Eles acabaram sendo derrotados e completamente erradicados pelo kroganos, que haviam sido elevados pelos salarianos devido a suas proezas de combate e resiliência física para confrontar eles diretamente nos ambientes hostis dos mundos rachni. A descoberta acidental dos rachni levou às raças da Cidadela a conter sua rápida expansão, com medo de mergulhar em outra guerra galáctica.

BiologiaEditar

SubtiposEditar

  • Trabalhador Rachni - Os trabalhadores são a menor classe dos rachni. Eles aparecem como pequenos inimigos verdes e seu principal ataque é uma explosão suicida que libera dano tóxico em um amplo raio.
  • Soldado Rachni - Os soldados são mais lentos, mas criaturas muito maiores que os Rachni Workers, com tentáculos finos que terminam em pequenas vagens. Os soldados são os principais defensores das áreas controladas pela rachni e podem causar danos tóxicos com seu espeto.
  • Guerreiro da ninhada Rachni - São rachnis que são muito maiores e mais fortes que os soldados Rachni normais. Eles são rachni de gênero masculino e possuem alguma habilidade biótica.
  • Rainha Rachni - As rainhas são as maiores e mais inteligentes dos rachni. As rainhas lideram os rachni e fornecem orientação para o resto da sua espécie.

HistóriaEditar

Origem Editar

Os Rachni, uma espécie de insetos espaciais guiados por uma inteligência de coletivo, evoluíram em Suen, um planeta ligado à sua estrela vermelha anã. A vida se desenvolveu em uma zona de terminação habitável entre hemisférios que foram constantemente secos ou congelados. As difíceis condições da superfície de Suen forçaram os rachni a se alimentarem no subterrâneo em meio a amplos sistemas de rios subterrâneos.

Em um dado momento, no auge do Império Prothean, os Protheans descobriram os rachni e os criaram como armas de guerra, selecionando as rainhas que tinham os melhores atributos em guerra e destreza e soltavam enxames de rachni nos seus inimigos. Eventualmente, os rachni se tornaram muito difíceis de controlar e se voltaram contra seus mestres Protheans. Os Protheans tentaram erradicar os rachni e destruíram em torno de 200 planetas antes deles se darem por satisfeitos de que a raça rachni foram extintas, mas um número suficiente deles sobreviveram em Suen para prover a sua população.

Como os rachni desenvolveram civilizações, eles estabeleceram cidades na superfície de Suen. Ao lutar contra os problemas de engenharia no ambiente extremo da superfície de Suen pode ter dado aos rachni seus primeiros vislumbres de como construir uma espaçonave interestelar. Depois de alcançar o marco de viagem espacial, os rachni viajaram primeiro para o planeta vizinho de Kashshaptu  e descobriram uma cratera lá conhecida como "o golfo uivante", o qual escondia uma abundância de elemento zero. Os rachni obtiveram amostras de eezo e estudiosamente pesquisaram suas propriedades, mas não desenvolveram a tecnologia FTL até séculos depois.

Mass EffectEditar

Rainha Rachni cativa

Os rachni não estão extintos como a galáxia foi levada a acreditar. Na remota instalação do Pico 15 de Noveria, O Comandante Shepard encontra trabalhadores e soldados rachni que tinham escapado dos laboratórios. A empresa de aluguel do Pico 15, Binary Helix, havia encontrado uma nave rachni à deriva no espaço, carregando ovos em suspensão criogênica. Um dos ovos foi recuperado e trazido à Noveria para estudo. Binary Helix planejava clonar os rachni que estavam dentro e criar um exército, mas quando o ovo eclodiu, os pesquisadores se deram conta que não era um ovo comum, mas sim o ovo de uma Rainha Rachni. Matriarca Benezia usou a memória genética da rainha para encontrar a localização do Mu Relay sob ordens de Saren Arterius.

Após a rainha ter alcançado a maturidade, ela começou a por ovos, porém os rachni recém-nascidos foram removidos da sua presença pela Binary Helix assim que eclodiam, numa tentativa de controlá-los. Esta mesma rainha, posteriormente, explica a Shepard que os rachni anciãos falam com suas crianças através de um 'canto', esta canção acalma e os conforta. Então, aparenta que sem a canção dos mais velhos, soldados e trabalhadores rachni são levados à loucura pelo silêncio e atacarão qualquer coisa à vista pela visão do medo que sentem. a rainha acredita que eles estão além da ajuda e pede a Shepard para eutanasiá-los.

A rainha então pergunta o que Shepard pretende fazer com ela: ou usar os tanques de ácido do laboratório para matá-la, ou deixá-la ir embora. Ela diz que não sabe nada sobre o que aconteceu na guerra: "nós éramos apenas um ovo, ouvindo nossa mãe chorar em nossos sonhos". A rainha promete que se ela for solta, ela não atacará outras raças novamente mas encontrará algum lugar para viver em paz, e ensinar a suas crianças sobre o perdão de Shepard. Liara T'Soni e Tali'Zorah nar Rayya são a favor de soltar a rachni, afirmando que os krogan foram longe demais enquanto Garrus Vakarian alerta que informará ao Conselho e é contra cometer genocídio em massa, e Kaidan Alenko fica a favor de soltar a rachni apenas porque ele acha que matar toda uma raça é contra produtivo para humanos que ficam longe de velhos rancores galácticos. Entretanto, ambos Urdnot Wrex e Ashley Williams se apresentam raivosos a respeito de soltar a rainha, caso eles estejam em um esquadrão compassivo - Wrex não se impressiona pelas "canções escritas" dos insetos a respeito de Shepard e Ashley quer proteger suas irmãs de horrores como os rachni, e não em soltar mais um deles - mas a decisão final fica nas mãos de Shepard.

Ovo Rachni na instalação da Cerberus

A Cerberus criou rachni clonados em Binthu como parte de sua pesquisa de super-soldados. Mais rachni foram encontrados na Aliança ouvindo os avisos em Nepmos e Altahe.  Após derrotar todos os rachni, Shepard descobre que eles foram espécimes transportados de Noveria pela Cerberus, e os rastrearam até um depósito no Sistema Gorgon. O depósito está repleto de rachni e não havia sobreviventes. Depois de matar os rachni, Shepard encontra os registros da Oficial Comandante da estação chamada Flores que estava envolvida no Projeto. Ela raivosamente afirma que eles trataram os rachni como animais quando eles deveriam tê-los tratado como prisioneiros de guerra e deixa a recomendação que a Cerberus persigam seus projetos; os rachni são muito inteligentes.

Mass Effect 2Editar

Se a Rainha Rachni foi poupada, Shepard irá encontrar uma asari em Illium que está em contato com a rachni. A asari conta a Shepard que a Rainha acredita que Shepard está lutando contra o inimigo que "azedou a canção" dos rachni. Ela também aponta que a rainha está construindo um exército para combatê-los quando a força inimiga chegar, baseado num planeta ainda não explorado. Shepard conclui que o inimigo a que a mensagem se refere são os Reapers. Adicionalmente, uma reportagem revela que muitos navios misteriosos foram vistos e que batem com os designs rachni; o Conselho da Citadela tem alegado que está investigando essas aparições. Isto parece indicar que a rachni esteve progredindo extensivamente nos últimos dois anos desde que Shepard libertou a Rainha. A asari em Illium confirma que eles têm avançado suficientemente para serem capazes de reparar uma espaçonave danificada.

Se a Rainha Rachni foi destruída, os rachni estão efetivamente extintos novamente. Uma reportagem explica que uma instalação de clonagem de rachni foi descoberta em Noveria, mas não foram encontradas amostras de rachni, portanto a clonagem de rachni não vem tendo sucesso.

A Guerra dos ReapersEditar

Durante a Invasão dos Reapers, um Coletivo de rachni é encontrado em Utukku pela Compania Aralakh krogana, liderados por Grunt, se ele sobreviveu à Missão Suicida, ou Urdnot Dagg. É revelado que os Reapers encontraram a Rainha Rachni e doutrinaram a maioria de seus filhos, mas não a própria rainha. Os rachni doutrinados foram convertidos em Ravagers, artilharia orgânica, através de um processo de implantação e modificação genética. Ravagers também carregam sacos de ovos que desovam Trabalhadores Rachni mutantes conhecidos como Swarmers.

O destino dos rachni está mais uma vez nas mãos de Shepard se o ou a comandante escolher lidar com o Coletivo de Utukku. Shepard tem a escolha de ou salvar a rainha ou deixá-la morrer. Se ela é salva, Trabalhadores Rachni são mandados para trabalhar no Projeto Crucible, onde eles são valiosos ativos pelas suas capacidades de engenharia, natureza industrial, e o bom trabalho em equipe. Se ela é deixada para morrer, a rainha aceita seu destino, afirmando que ela vai 'abraçar o silêncio' e os rachni serão mais uma vez extintos.

Rainha Artificial

Se Shepard não poupou a Rainha Rachni em Noveria, os Reapers irão artificialmente construir uma rainha escrava a fim de controlar um exército rachni. Shepard pode escolher poupar esta rainha artificial mesmo se ele ou ela matou a rainha verdadeira. Esta rainha eventualmente se voltará contra Shepard, soltando seus trabalhadores contra os engenheiros da Aliança que trabalhavam no Crucible. Esta traição é lidada com rapidez: todos os rachni são mortos mas ao custo da perda de homens da Aliança.

Mesmo depois da situação em Utukku estar resolvida e os Reapers não poderem mais usar a Rainha Rachni para gerar mais rachni para conversão, os numerosos Ravagers criados anteriormente continuam a aparecer nos campos de batalha da galáxia.

Se Shepard escolhe ativar o Crucible, e se a Rainha verdadeira foi poupada duas vezes, e aos Krogan foram negados a cura para o seu Genophage, os rachni serão vistos pousando seus membros finos nas ruínas de uma Tuchanka desolada.

Leviathan Editar

Enquanto procuravam pelos míticos Leviathans, uma das ideias do Dr. Garret Bryson para rastrear a criatura foi o uso dos padrões de atividade galáctica dos antigos rachni na era das Guerras de Rachni. Bryson teorizou que os Leviathans pudessem ter sido responsáveis por provocar os rachni numa tentativa de criar um exército para enfrentar os Reapers na próxima colheita, e então a atividade rachni correlacionaria à atividade dos Leviathans. A teoria mostrou ser irrelevante na procura por possíveis locais dos Leviathans, entretanto, se Bryson supôs corretamente que os Leviathans causaram as Guerras de Rachni é desconhecido.

Cultura Editar

Os rachni são uma raca territorial, determinados a permanecerem isolados do resto da galáxia. Eles normalmente habitam mundos extremamente perigosos, capazes de sobreviver em ambientes que matariam a maiorias das espécies sencientes. Caso seu território seja invadido de propósito ou mesmo por acidente, eles respondem com força rápida e brutal.

Entretanto, muitos cometem o erro de subestimar os rachni como animais irracionais quando de fato os rachni são uma espécie senciente extremamente inteligente. Os rachni alcançaram o vôo espacial e uma forma de suspensão criogênica, desenvolveram armas e esculpiram uma grande faixa de território galáctico. Além de serem tratados como recursos descartáveis do Coletivo, soldados rachni são cuidadosamente nutridos como parte do grupo.

As rainhas são líderes da mente coletiva rachni. Seus meios de percepção, pensamento e comunicação parecem ser diferente das outras raças, e baseado na percepção sinestésica do som e da cor. De acordo com Dr. Ann Bryson, a comunicação rachni é engrenada por feromônios, e, além da sua inteligência, por um comunicador de entrelaçamento quântico orgânico - não como telepatia, como muitos acreditavam.

Rachni consideram a fala e o pensamento como uma forma de música, como mostrado pela estranha metáfora usada quando tentam se comunicar, por exemplo, "canções com cor de óleo sombrio". Os padrões de fala usados por eles em tais ocasiões também são incomuns; "Quando nós falamos, um move todos". Eles se referem à sua maneira de comunicação como "canto", o que acalma e nutre seus jovens, e isto parece colorir sua psicologia inteira - por exemplo, os rachni falam da morte como "o grande silêncio", e refere ao seu planeta natal como o "planeta cantante". A habilidade rachni de geneticamente compartilhar o conhecimento através das gerações fazem das rainhas um grande receptáculo de informações.

Planetas Rachni Editar

Trivialidades Editar

  • Os rachni se assemelham a muitas raças alien insetoides em várias séries de ficção científica, mas a maioria se assemelha muito aos aracnídeos de Tropas Estelares de Robert A. Heinlein. Similarmente, os trabalhadores rachni de alguma forma se assemelham aos besouros escavadores do mesmo filme. O nome 'rachni' mesmo é uma parte do nome 'Arachnids', a cientista Flores também pode ser referência à soldado Dizzy Flores. A estória da quase completa extinção de uma raça insetoide senciente e telepática e o então único ovo de Rainha sobreviver para ressuscitar a raça pode ser inspirada pelos Formics em Ender's Game de Orson Scott Card e seus romances subsequentes.
  • "Canções" comumente associadas com rachni podem ser ouvidas próximas aos destroços onde os Escritos Asari são encontrados em Altahe, no campo de mineração abandonado de Nepmos, no campo abandonado em Nodacrux, próximo à zona de pouso em Rayingri, próximo à sonda de reconhecimento abatida em Eletania, na colina a oeste do Thresher Maw e da sonda quebrada em Xawin, e na colina próxima ao CCCP abatido na Luna 23 (onde deveria ser impossível para qualquer rachni estar presente). É desconhecido, entretanto, se alguma conexão específica para os rachni está implicado pela presença destes sons. É possível que a BioWare usou a mesma biblioteca de áudio que a Epic Games usou para criar Unreal 2? The Awakening, no qual o mesmo som pode ser ouvido perfeitamente no planeta Severnaya.

NavegaçãoEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.